A mulher transparente

12.00

Sobre a autora:

Ana Cristina Silva nasceu em Lisboa e é docente universitária no ISPA-IU. Doutorada em Psicologia da Educação, especializou-se na área da aprendizagem da leitura e da escrita, desenvolvendo investigação neste domínio com obra científica publicada em Portugal e no estrangeiro. Já publicou mais de uma dezena de romances, incluindo Mariana, Todas as Cartas (2002), A Mulher Transparente (2003), Bela (2005), À Meia-luz (2006), As Fogueiras da Inquisição (2008), A Dama Negra da Ilha dos Escravos (2009), Crónica do Rei-Poeta Al-Mu’Tamid (2010), Cartas Vermelhas (2011, selecionado como Livro do Ano pelo jornal Expresso e finalista do Prémio Literário Fernando Namora), O Rei do Monte Brasil (2012, finalista do Prémio SPA/RTP e do Prémio Literário Fernando Namora, e vencedor do prémio Urbano Tavares Rodrigues), e A Segunda Morte de Anna Karénina (2013), finalista do Prémio Literário Fernando Namora 2013. O seu romance A Noite não É Eterna (2016) venceu o Prémio Literário Fernando Namora 2017. Em 2018, publicou, com a Parsifal Salvação. A Planeta publicou, em 2019, o seu mais recente romance, As Longas Noites de Caxias.

Ana Cristina Silva publicou com a Oxalá Editora o romance “A Mulher Transparente” (Setembro 2016) e um conto na colectânea “Contos da Emigração” (Março 2018)

Esgotado

Descrição

Autora: Ana Cristina Silva

Género: Romance

Número de Páginas: 122

4ª Edição

ISBN: 978-3-946277-05-7

Clara pensava que estava a casar com um homem de sonho que a resgataria da miséria material e afectiva  da sua infância. Mas o que ela pensava vir a ser um casamento feliz foi-se transformando lentamente no pior dos pesadelos, e a sua vida passou a ser marcada pela agressão física e psicológica. Ferida e desesperada, Clara chega a planear o assassínio do marido para se libertar e impedir que o filho cresça naquele ambiente de violência. Os seus planos sofrem uma inesperada reviravolta. Este um romance, escrito numa prosa arrebatadora por uma das melhores autoras portuguesas do romance psicológico, prende da primeira à última página, relatando o drama da violência doméstica.

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “A mulher transparente”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *